Infância*

terça-feira, 2 de agosto de 2011

Tenho saudades , imensas saudades da inocência que me envolvia quando eu era criança . Nessa altura , acreditava que o meu pai era tudo , que o meu pai fazia de tudo para me ver a sorrir e nunca deixava uma lágrima escorrer-me pela cara inocente . Para mim o casamento era sempre a coisa mais fascinante do mundo . Tenho saudades de dizer a minha mãe o quanto a amo , tenho saudades de lhe dar beijinhos e prometer-lhe um abraço . Ser criança é mariotariamente , inocente mas ter a felecidade entranhada nos pequenos dedos e resguardada nas mãos sujas de terra . Antes , o meu maior medo era o Pai Natal não chegar a horas de entregar os presebtes e a palavra mentira e falsidade pertencia ao mundo dos adultos . Deitar-me tarde era a meia-noite . Fazer anos era a maior felecidade e alegria em receber prendas e poder ter balões a cobrir a casa e não "fico um ano mais velha" . Não tinha medo do escuro , mas tinha medo da noite , dos uivos dos cães vadios que por ali vagueavam , sem rumo . Pessoas apaixonadas ou magoadas. Nunca cheguei a entender. Tinha medo das notícias . Passava meros minutos acordada deitada na cama a pensar na possibilidadede ser raptada e abusada por senhores maus , meros minutos para mim pareciam horas sem dormir . Quero voltar a minha infância , e parar no tempo . Desejava poder cuidar deste mundo desastrado , e ter muitos amigos , sempre lá prontos para me ajudar . Os amigos não são eternos , magoam-nos e na maior parte das vezes sabem-no e não o mudam . Aprendi isso a medida que crescia e fui metendo na cabeça que só as Barbies é que são perfeitas . Não existia a prostituição , nem a droga . A pornografia er a palavra "esquesita" e o roubo consistia em roubar um chupa-chupa no supermercado mais proximo . Tenho saudades de sentir a amor entre duas pessoas , porque agora só uma pessoa ama e , por isso não há relação .. Com o tempo irei-me capacitar que o amor verdadeiro só existe nos filmes . Os adultos mentem , os adultos sofrem e magoam-se a si próprios . Eles sim sabem o que é viver , sofrer de amor e serem obrigados a continuar . Perdem as forças e a rãzão para viver e ainda assim são obrigados a ter um sorriso na cara para poder dizer aos filhos que "esta tudo bem :')" . Eu não sou adulta , mas também não sou uma criança . Apenas sofro como os adultos .


1 Opniões ♥:

{ ritabrito . } at: 3 de agosto de 2011 às 07:57 disse...

mas não consigo seguir :x

Enviar um comentário

Diz-me o que pensas

 
BeatrizGarrido♥. Com tecnologia do Blogger.

verdadeiros ♥

meus ♥

Agradecia a todos os meus seguidores que quando começassem a seguir deixassem um comentario a avisar , para eu também seguir. Obrigada a todos ♥



Começo ♥

palavras ditas ♥

Esta sou eu de corpo e alma $:

A minha fotografia
Beatriz Garrido , nascida a 3 de Junho de 1995 (16 anos) , sou assim e não irei mudar por ninguém :x
 

© 2010 Feelings senses ♥